sexta-feira, abril 01, 2005

Salazar, por Pessoa

António de Oliveira Salazar

Antonio de Oliveira Salazar.
Trez nomes em sequencia regular...
Antonio é Antonio.
Oliveira é uma arvore.
Salazar é só apelido.
Até aí está bem.
O que não faz sentido
É o sentido que tudo isto tem.

Fernando Pessoa 29-03-1935

2 Comentários:

Blogger MT disse...

Este senhor Salazar
E feito de sal e azar.
Se um dia chove,
A água dissolve o sal,
E sob o céu
Fica só azar, é natural.

1:13 da manhã  
Blogger rouxinol de Bernardim disse...

Este Fernando Pessoa tem de treinar mais, assim não vai lá... poema fraquinho, fraquinho... gostei mais de MT.

9:51 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home