terça-feira, fevereiro 08, 2005

Porque será que isto me soa tão familiar...?

"Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde
vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque
sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, reflexo de astro em silêncio escuro
de lagoa morta (...)
Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta ate à medula, não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha, sem carácter, havendo homens que, honrados (?) na vida intima, descambam na vida
pública em pantomineiros e sevandijas, capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira à falsificação, da violência ao roubo, donde provém que na política portuguesa sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverosímeis no Limoeiro (...)
Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo; este criado de quarto do moderador; e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do país, e exercido ao acaso da herança, pelo primeiro que sai
dum ventre, - como da roda duma lotaria.
A justiça ao arbítrio da Politica, torcendo-lhe a vara ao ponto de
fazer dela saca-rolhas; dois partidos (...), sem ideias, sem planos, sem convicções, incapazes (...) vivendo ambos do mesmo utilitarismo céptico e pervertido, análogos nas palavras, idênticos nos actos, iguais um ao outro
como duas metades do mesmo zero, e não se amalgando e fundindo, apesar disso, pela razão que alguém deu no parlamento, - de não caberem todos duma vez na mesma sala de jantar (...)"

Guerra Junqueiro, in "Pátria", escrito em 1896

11 Comentários:

Blogger Bruno disse...

Recebi isto num e-mail e não podia deixar de publicar...sinto nos últimos tempos sentimentos esquizofrénicos em relação ao meu país, à minha cultura, mas isto é sobretudo causado pela situação geral que me rodeia - para onde quer que me vire, parece que o desprezo pelo nosso país é o que reina, seja dos nativos seja dos que nos conhecem de perto e/ou nos visitam!
Todos têm algo de negativo a dizer, positivo parece não haver nada... Sempre que eu tento contrapôr algum argumento que de algum modo nos valoriza ou que pelo menos tente dar sentido às coisas - sim, porque não se trata apenas de coisas más e pessoas estúpidas acho eu, e eu sinto-me português, consciente e não estúpido! - só ouço o sempre típico "bota-abaixo" acerca de tudo, é incrível como as pessoas conseguem chegar a níveis de auto-flagelação cultural tão elevados!! Porquê??
E ao fim de tanto tempo a ouvir e involuntariamente receber estas negatividades todas, sempre com o espírito aberto e compreensão abrangente que tento manter para apreender todas as perspectivas, acabo eu magoado e de momento com uma pequena crise de identidade cultural...!! Sim pequena, porque nisto não deixo de sentir orgulho em ser português, não um orgulho de patriotista fútil e bronco mas um sentimento cultural de herança e identidade que me marca e de alguma forma me define e distingue doutras pessoas do mundo.
Guerra Junqueiro disse muito com este pequeno texto, sobretudo nos dois primeiros parágrafos...

1:22 da manhã  
Blogger Fred disse...

A verdade é que quem sofre as consequências desta desorientacão geral vai perdendo a esperanca e o rumo. Talvez haja necessidade de ter algo em que acreditar, um raio luminoso na escuridão social. O texto de Guerra Junqueiro é de facto acutilante. Traz uma intemporalidade assombrosa. O ser humano é vil, ontem como hoje.

6:48 da tarde  
Blogger Portugal disse...

EU DEFENDO QUE ACABAR COM OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA SERIA UM BEM PARA A HUMANIDADE!


OS EUA ARROGAM-SE O DIREITO E O TÍTULO DE POLÍCIAS DO MUNDO E CONSIDERAM-SE REPRESENTANTES DOS RESTANTES PAÍSES DO GLOBO. SERÃO ELES DETENTORES DE PROCURAÇÃO DOS REFERIDOS PAÍSES PARA OS REPRESENTAREM E DECIDIREM O SEU RUMO, NOMEADAMENTE O QUE É MELHOR PARA ELES? OBVIAMENTE QUE NÃO!!!!


PORQUE É QUE PAÍSES COMO A A COREIA DO NORTE, A CHINA, A ÍNDIA E O IRÃO NÃO PODEM TER ARMAS NUCLEARES OU DE DESTRUIÇÃO MAÇICA E OS EUA PODEM TER TUDO E MAIS ALGUMA COISA?


POR ALGUM ACASO A ECONOMIA DE MERCADO, ASSENTE NA PLENA LIVRE CONCORRÊNCIA, COM POUCAS OU NENHUMAS PREOCUPAÇÕES SOCIAIS TÍPICAS DE UM ESTADO DE DIREITO SOCIAL, SÃO EXEMPLO PARA ALGUM OUTRO PAÍS?
POR ALGUM MOTIVO A ÍNDICE DE CULTURA DO POVO AMERICANO É EXEMPLO PARA ALGUM OUTRO PAÍS?
HOUVE ALGUMA OUTRA JUSTIFICAÇÃO PARA A INVASÃO DO IRAQUE, PARA ALÉM DOS PRÓPRIOS INTERESSES DA ECONOMIA NORTE AMERICA, NOMEADAMENTE AS NECESSIDADES INERGÉTICAS DE COMBUSTÍVEIS, VULGO PETRÓLEO?
EXISTEM TANTA MISÉRIA E CONFLITOS NOUTRAS PARTES DO GLOBO E POR ACASO ALGUMA VEZ OS EUA SE PREOCUPARAM COM A SITUAÇÃO VIVIDA NESSES PAÍSES?
TODA A GENTE SABE QUE, POR EXEMPLO, O GOVERNO ANGOLANO É DOS MAIS CORRUPTOS DO MUNDO E QUE O SEU POVO É DOS MAIS MISERÁVEIS. ALGUMA VEZ OS EUA SE PREOCUPARAM COM A SITUAÇÃO INFRA-HUMANA EM QUE VIVEM OS ANGOLANOS?
TODA A GENTE SABE QUE NOS EUA SE VIVE NUMA ECONOMIA DE MERCADO SELVAGEM, ISSO É EXEMPLO PARA ALGUM PAÍS?
SERÁ QUE PORTUGAL VAI NO BOM CAMINHO, QUANDO O SEU ESTADO ENVEREDA POR UM CAMINHO EXTRITAMENTE LIMITADO A UMA PESPECTIVA ECONÓMICO-FINANCEIRA?
AFINAL, QUE TAREFAS SÃO ACTUALMENTE INCUMBÊNCIAS DO ESTADO? O AMBIENTE? O ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO?
O RESTO PRIVATIZA-SE???? HUM?? A SAÚDE, A JUSTIÇA, A SEGURANÇA SOCIAL, A SEGURANÇA INTERNA SÃO INCUMBÊNCIAS DOS PARTICULARES E, COMO TAL, PRIVATIZAM-SE??? HUM????
AFINAL PARA QUE SERVE ACTUALMENTE O ESTADO? PARA NOS ONERAR COM IMPOSTOS???? HUM????
QUAIS SÃO HOJE REALMENTE AS TAREFAS E OBJECTVIVOS DO ESTADO??????
POR QUANTO TEMPO VAI CONTINUAR A CLASSE MÉDIA E MÉDIA-ALTA, NORMALMENTE ILUSTRADA,A MARIMBAR-SE PARA A PÓLITA E PARA AQUELES QUE ACTUALMENTE A CONSTITUEM, PREOCUPANDO-SE EXCLUSIVAMENTE E IGOÍSTICAMENTE COM A SUA VIDINHA PARTICULAR E ALHEANDO-SE DO RUMO QUE O PAÍS LEVA?

DIGAM- MEUSSS AMIGOSSSS, PARA ONDE CAMINHAMOS?????????????

11:26 da tarde  
Blogger Portugal disse...

Ah, esqueci-me, visitem o blog portugalzinho (deste site) que também é poveiro!!!
Cumprimentos!!!

11:33 da tarde  
Blogger Freddy disse...

A não perder na Zona Franca a grande entrevista do repórter Pingú com o grande vencedor do concurso para premiar a capa de LP de vinil mais azeiteira de todos os tempos...

Iniciativas destas só na Zona Franca

10:14 da tarde  
Blogger Bruno disse...

Caros colegas bloggers:

Nas últimas duas postas acima podem observar primeiro: - um perfeito exemplo de como tão fácil e estupidamente se perde a razão quando se põem lado a lado argumentos tão, por vezes, correctos (por assim dizer...), e outros completamente absurdos ( EU DEFENDO QUE ACABAR COM OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA SERIA UM BEM PARA A HUMANIDADE!...?); - no segundo caso, observe-se a nulidade com que tantas pessoas usam este tipo de meios e serviços...pergunto-me: para que é que escrevi sequer...??

1:14 da manhã  
Blogger Rui Pedro Rocha disse...

Já para não falar nos erros cometidos por "Portugal" em Português... Se calhar deve ser Americano para não saber escrever na nossa língua... Deve ser um dos eternos anti-Americanos que participam em manifestações e afins quando nunca ninguém os viu a manifestarem-se contra as atrocidades cometidas pelos Taliban e pela Coreia do Norte etc, etc, etc...

2:23 da tarde  
Blogger Amoroso disse...

Você Bruno é um merdas! Quem se julga, um puto intelectual de direita?
Saiba que Portugal escreve melhor bêbado do que você normal.

12:21 da manhã  
Blogger Amoroso disse...

Rui Pedro Rocha,engúla essa sua arrogância de merda.
Quem lhe dera, sequer, chegar aos meus calcanhares no desenvolvimento da arte da escrita.
Saiba que escrevo melhor bêbado do que você com a sua ignorante arrogância.
Saiba que a um puto intelectual (igualmente) de direita, eu respondo que as suas palavras rechaçam contra a couraça da minha indiferença.

12:26 da manhã  
Blogger Bruno disse...

Pois bem sr. Asdrúbal! Quanto à arte da sua escrita estamos conversados não é verdade? ("engúla..")
Já agora, algum parentesco com o autor do comentário que não sabe desligar a função 'caps lock' do teclado?
Quanto a posições políticas, creio poder assumir publicamente um certo esquerdismo, embora já tenha mencionado neste blog que não me identifico com esse tipo de rotulagem, e muito menos com as opções políticas existentes em Portugal.
Pela maneira como fala em estar bêbado, suponho que essa deva ser uma experiência comum no seu dia-a-dia; talvez os copos rechacem contra a gravidade da sua cirrose.

11:59 da tarde  
Blogger Amoroso disse...

Não se apoquente, Sr. Bruno. Tenho andado a brincar, mas, de facto, com alguma estultícia.
Quanto ao "éngula", será que você também nunca cometeu um lapsus teclandi?
Vá lá, façamos as pazes...Na verdade só bebo social e raramente.
Apenas pretendi divertir-me nesta minha primeira incursão pelos blogs (e não pela internet da qual já sou um habitueé à vários anos). Mas palavra que gostei da sua resposta (ordeira) ao meu desafio, a raiar verdadeiramente a má educação.
Vá lá, façamos as pazes..Prometo que a partir de hoje serei um leitor crítico (construtivo) e interventivo aos vossos posts.
Aceite os meus cumprimentos e perdoe-me a linguagem pouco dignificante com que o brindei (a si e ao Sr. Rui Pedro Rocha).
É interessante este blog...

10:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home