quarta-feira, janeiro 12, 2005

Confluencia



Diversas coordenadas, habitos e referencias confluem de forma irrepetivel no espaço em comunidades Erasmus. Assim como os cursos de agua que estao na origem do nome da cidade de Gent. Uma janela e aberta atraves da qual, aquele que estiver predisposto, ou simplesmente interessado, vislumbra um vasto mar de novidades. Novidades que podem tambem ser captadas pelos sentidos. Num partilhado, caseiro jantar preparado morosamente por um exigente cozinheiro italiano. 'Pasta alla Nduja', fragmento da pequena vila de Spilinga, no sul de Italia. Com genuinos ingredientes, que assim como a bebida de aperitvo, Amaro del Capo, sao desconhecidos ate na maior parte da Italia: nduja, parmigiano, pecorino, salame laziale. All with a nice Chianti (no fava beans). Alternativamente, Mayor de Castilla, vindo do Douro Espanhol acompanhado do jamon.

7 Comentários:

Blogger Bruno disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

10:38 da tarde  
Blogger Bruno disse...

Ora isso é que é vida hein...!:)
E tu não levaste nada do NOSSO Douro?? E o nosso jamon, ou deverei dizer presuntinho do bô? A juntar a tanta inter europeia cultura gastronómica, a nossa também rica gastronomia não fica atrás...!!

10:52 da tarde  
Blogger BeanSprouts disse...

Como eu te compreendo Fred. É realmente uma mistura de culturas muito grandes. Os últimos 2 anos também foram assim para mim. Este ano vivo com portugueses. Há intracambio! É fixe mas para o ano quero viver também com outras pessoas. Aproveita. Faz umas bacalhoadas com natas que o pessoal gosta!!!!

11:16 da tarde  
Blogger Freddy disse...

Tás em Orgasmus é?
Q tal fazeres umas francesinhas?

5:43 da tarde  
Blogger Fred disse...

Um pequeno esclarecimento acerca do título da posta: o nome da cidade de Gent tem origem Celta, na palavra Ganda, que significa confluência, claro está. Na confluência dos rios Lys e Scheldt, foi erigida Gent.

7:45 da tarde  
Blogger Fred disse...

A partilha é transversal a geografias e ignora hierarquias. Torna irrelevante -ridicularizando-as até- hierarquizações. Não tenho capacidade para preparar petiscos portugueses dignos desse título, mas diferentes ocasiões vão surgindo para o intercâmbio.

7:51 da tarde  
Blogger Bruno disse...

Hmm...Não vejo o que isso muda em relação ao que foi dito Fred.
Em todo o caso não é importante. Importante sim é dares-nos a saber que existe uma terra como a que onde resides por ora, e que é um sítio onde podem realmente convergir várias realidades, culturas e costumes duma maneira saudável...
Abençoado intercâmbio estudantil!:)

8:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home