segunda-feira, outubro 04, 2004

Dos Baixos, pois claro!

Aaaaah!! A estímulo intelectual que representa um simples olhar e posterior 'click' na opção «create», no nosso estimado blog. É claro que co-habitamos num pequeníssimo pedaço de terra virtual, um recanto perdido da imensa blogosfera, galáxia reduzida do indizível universo mundo-abrangente da Rede. No entanto a capacidade de poder exprimir uma pequena parte daquilo que cá por dentro fermenta é inquietante. Do vasto espectro temático, por onde começar? É um prazer ver este projecto crescer e ficar para aqui a pensar até onde irá parar. Como uma conferência pública, por alturas de Agosto na Póvoa, no auditório da lota, num fim de tarde onde algures se pedala para sair de uma cansativa estrada de areia?; ou uma entrada num livro biográfico sobre um dos seus selectos participantes, que contribuiu de forma eloquente para os desígnios da 'Companha Poveira'?; ou talvez com a roufenha e cansada rotina da jantarada anual. Talvez seja este o pequeno e misterioso trampolim que iniciará um discutido nos bastidores movimento cultural que agitará de forma indelével as vidas dos poveiros.

Cito o ausente-presente Joxo, o próprio citando um poema de O'Neill creio, que ainda estou para encontrar,
O artista tem que tentar muitas vezes até acertar.
Com pretensões que não vão além de a de um simples cronista a esboçar uma pequena partilha, por estes lados lá vou tentando.


PP (Post Postum): O blog reclama a contribuição do grande primo. Pelo menos é essa a minha visão. Venha ele...!

6 Comentários:

Blogger Catritas disse...

Tentemos,portanto!

3:07 da manhã  
Blogger Paulo Patrício disse...

Esse teu primo é um fraco!

3:10 da manhã  
Blogger Rui Pedro Rocha disse...

Estes "cámones" vão para fora só para pensar no que se passa cá dentro! É mesmo de Tuga do fado...

2:14 da manhã  
Blogger Fred disse...

Ao contrário de outros Tuguinhas que por estes lados erram, o bichinho saudade ainda não provocou qualquer estrago na minha pessoa. Estou feliz aqui.

10:05 da tarde  
Blogger Rui Pedro Rocha disse...

Seja lá onde o "aqui" é, se não activou o bicho da saudade, pelo menos extra-sensibilizou um nervo qualquer...

3:04 da manhã  
Blogger Fred disse...

Tens internet, jornais e televisão é certo. Rádio até. Vives na era da informacão (o teclado da Faculteit Toegepaste Wetenschappen, como seria de esperar, não tem cedilhas...) e no entanto não dás uma volta à cidade, ou pegas no telefone e ligas às pessoas para descobrir o meu paradeiro. Eeeeeeeiii, não me digas que não te interessa.
O tema Portugal constitui apenas uma magra fatia do espectro emocional/cognitivo. Vai mandando postas!

3:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home