sábado, setembro 18, 2004

Canção do Entardecer

Há uma tristeza funda no ar
Que cavas ao entardecer
Trazes o cheiro pesado da vida
O travo cansado de querer

Diz-me lá onde andas tu
Exalando o teu odor
Feita flor que até se cheira
O pólen fácil do amor

Davas os teus dias pelo mês
O mês pela estação
Transportas Agosto no peito
Anseias por um novo verão

Refrão
Se a luz do sol cair
Talvez o ar te sustente
Talvez a onda rebente
E deixe a alegria entrar

9 Comentários:

Blogger anonymous disse...

Benvindos à blogosfera.
Dupont/ovilacondense.blogspot.com

6:55 da tarde  
Blogger GoG disse...

pois... benvindos ao nosso convívio às vezes um pouco esquiso :)

7:13 da tarde  
Blogger EAS disse...

Fazendo parte do Comite de boas vindas com os meus conterraneos, venho deixar o meu voto de felicidades na blogesfera.
www.lapisdecor.blogspot.com

10:11 da tarde  
Blogger Anjo élico disse...

Ala arriba!
bem haja O Poveiro. Chegado por vias travessas - o vizinho Quasi diário recomendou-vos - eis-me!
Parabéns por este projecto que prometo seguir com alguma regularidade.
:)

11:48 da tarde  
Blogger Mário de Sá Peliteiro disse...

Finalmente um blogue da Póvoa.
Agora é que podemos dar pancada na rapaziada de Vila do Conde... Sabem que eles fizeram uma jantarada e nem convidaram?
Muitos sucessos.

2:07 da tarde  
Blogger Ana Bique disse...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

2:20 da tarde  
Blogger Ana Bique disse...

Já estão aqui!

2:22 da tarde  
Blogger Toze disse...

Mais um Poveiro, estamos a crescer ! Bem vindo à Comunidade Blogueira, estou aqui , ao virar da esquina! Até já :)

Finurias
www.cagalhoum.blogspot.com

2:53 da tarde  
Blogger Trocado disse...

Bom, chego-me à frente para agradecer as saudações e os incentivos. Obrigado e igualmente.

4:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home